Clique aqui para enviar um e-mail
Partido Nacional dos Trabalhadores

Filiado a http://cntm.org.br/portal/default.asp

 
.: Alimentos e remédios seguram inflação alta

0
sem imagem

Abril voltou a atormentar a vida da classe mais pobre da população com elevação de preços justamente dos principais itens de consumo: a alimentação e os remédios puxaram a alta do IPCA, que mantem um índice anual acumulado de 6,49%.

O IPCA, índice usado no regime de metas de inflação, ficou em 0,55% no mês passado, acima da expectativa de analistas e da inflação de março (ambos 0,47%).

A queda menor do que o esperado dos preços de alimentos e bebidas --que têm tido forte impacto na inflação-- surpreendeu analistas. Os preços de remédios, que foram reajustados com a chancela do governo, subiram mais do que o esperado em abril, também contribuindo para o resultado geral.

Técnicos apostam que a inflação alta manterá pressão para que o Banco Central aperte ainda mais o cinto para segurar o consumo, o que pode trazer severos danos para a produção e crescimento da economia.


          

Voltar

Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF