Clique aqui para enviar um e-mail
Partido Nacional dos Trabalhadores

Filiado a http://cntm.org.br/portal/default.asp

 
.: Produção de veículos em fevereiro tem melhor resultado em 4 anos

sem imagem

Com o aumento da produção, foram criados 1.470 postos de trabalho no setor no mês passado

A produção de veículos no Brasil cresceu 6,2% em fevereiro ante igual mês do ano passado, atingindo 213,4 mil unidades. os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). É o maior volume de produção para o mês desde 2014. O levantamento considera automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Na comparação com janeiro, entretanto, houve uma queda de 2,1%. Com isso, o setor acumula a produção de 431,6 mil veículos no primeiro bimestre, expansão de 15% em relação a igual período de 2017.

Por segmento, os automóveis e comerciais leves, juntos, somaram 203,6 mil unidades em fevereiro, avanço de 4,7% em relação a fevereiro do ano passado, mas baixa de 2,8% ante o volume do mês anterior. No acumulado do ano, o avanço é de 13,8%, para 413 mil unidades.

Entre os pesados, foram 7,7 mil caminhões produzidos no mês passado, aumento de 46,2% ante igual mês de 2017 e expansão de 15,8% sobre o volume de janeiro. O segmento, com isso, acumula avanço de 47,8% no bimestre, para 14,4 mil unidades.

No caso dos ônibus, as montadoras produziram 2,1 mil unidades no segundo mês de 2018, alta de 55,2% ante o resultado de igual mês do ano passado e de 8,4% em relação a janeiro. No bimestre, o segmento acumula expansão de 67%, para 4 mil unidades.

Emprego

Com aumento na produção, as vagas de emprego continuam a ser criadas nas montadoras. Em fevereiro, 1.470 postos de trabalho foram gerados pelo setor em relação ao número de funcionários em janeiro.

Considerando os últimos 12 meses, o saldo é de 3.162 vagas criadas. A indústria conta hoje com 130.421 trabalhadores, alta de 2,5% em relação a fevereiro do ano passado.


          

Voltar

Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF