Clique aqui para enviar um e-mail
Partido Nacional dos Trabalhadores

Filiado a http://cntm.org.br/portal/default.asp

 
.: Sindicatos discutem em Audiência Pública propostas para sua sustentabilidade

sem imagem

Lideranças sindicais de Minas Gerais participaram de Audiência Pública e discutiram na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, no último dia 22 de março as propostas que estão sendo apresentadas no Congresso Nacional para a sustentabilidade das organizações sindicais em todo o País.

No encontro, o relator da Comissão Especial do Financiamento da Atividade Sindical, deputado Bebeto Galvão (PSB/BA), afirmou que o objetivo da audiência era o se estender o debate “além dos limites do Congresso Nacional”, de forma a permitir a participação de todos os interessados, trabalhadores e entidades sindicais. O deputado, que também é sindicalista e preside o Sindicato da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia (Sintepav), ressaltou que todo o movimento sindical poderia contribuir neste debate para defendermos a liberdade de organização e de luta pelos direitos dos trabalhadores, contrapondo iniciativas do Ministério Público do Trabalho (MPT), ávido em “criminalizar” todas as ações das entidades representativas da classe trabalhadora.  


pcA proposta de sustentação das entidades sindicais pode ir a plenário para votação no mês de maio, depois de superar a tramitação nas comissões temáticas e após ampla discussão com todas as centrais sindicais, além de debates também com as representações  patronais.

Foram feitas duras críticas à proposta do MPT, que pretende o fim da “Contribuição Sindical” e ainda do princípio da unidade sindical, pretendendo instalar uma falsa “liberdade sindical”. O presidente da Femetalminas, Ernane Geraldo Dias, assegura que “tais propostas serviram apenas para enfraquecer a luta dos trabalhadores através de uma unidade, facilitando inclusive a criação de sindicatos fantasmas patrocinados pelos patrões”.

Muitas são as propostas discutidas, inclusive o fim do desconto de um dia de trabalho por ano para 1% da massa de rendimento anual, além das contribuições assistenciais e confederativas.

vandeir

O presidente da Força Sindical Minas, Vandeir Messias, entregou ao relator da Comissão uma “proposta 

dos mineiros”, argumentando que o principal não era a preocupação arrecadadora, mas de definir a condição legal que nos traga independência diante das iniciativas do MPT e do Ministério do Trabalho e Emprego.


          

Voltar

Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF