Clique aqui para enviar um e-mail
Partido Nacional dos Trabalhadores

Filiado a http://cntm.org.br/portal/default.asp

 
.: Crise econômica e caos institucional são responsabilidade do Governo

Presidente da Força Sindical
sem imagem

O governo federal é o grande culpado pelo descontrole da economia e a volta da inflação, “que começou com a corrupção generalizada, paralisou as empresas” e gerou milhões de demissões em todo o País.

A afirmação do presidente da Força Sindical, Paulinho Pereira, neste dia 13 de março, na Câmara Municipal de Belo Horizonte, conclamou todos os dirigentes sindicais presentes a ampliarem a intensa mobilização da sociedade contra a corrupção , pelo impeachment de Dilma Rousseff e apoio às investigações da Operação Lava Jato.

Paulinho afirmou ter “obrigação de dar respostas à população” na condição de deputado federal e que irá acompanhar todo o processo de instalação do impeachment no Supremo Trinunal Federal (STF), participando das mobilizações principalmente dentro do Congresso Nacional. “Temos de dar uma resposta rápida aos anseios das ruas”, argumentou o deputado, além de fazer um relato do maior ato de rua do País realizado na Avenida Paulista no domingo, 13 de março, que superou o histórico das “Diretas-Já!” há 32 anos.


fotoO presidente da Femetalminas, Ernane Geraldo Dias, afirmou que “a mobilização social contra a corrupção e o governo procura resgatar condições para a recuperação econômica, impedir que o País continue na corrida para se transformar num cemitério de industrias e possamos recuperar níveis de empregabilidade, aumentando a produção e o consumo, que acabe efetivamente com a miséria.”

DIRIGENTES SINDICAIS PRESENTES AO EVENTO

 

  • Vandeir Messias, presidente da Força Minas;
  • Carlos Malaquias, presidente do Sindicato dos Tecelões de Belo Horizonte e tesoureiro da Força Minas;
  • Ernane Dias, presidente da Federação dos Metalúrgicos de Minas Gerais (Femetalminas);
  • Rogério Fernandes, presidente da Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (FEESSEMG);
  • Carlos Cassiano, presidente da Federação Mineira dos Químicos, Plásticos, Farmacêuticos e Trabalhadores em Fertilizantes (Femquifert-MG);
  • Paulo Cézar dos Santos, presidente do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Geração de Renda no Estado de Minas Gerais (CETER-MG);
  • Rogério Jorge Aquino, presidente do Sindicato dos Sapateiros de Belo Horizonte e Secretário-Geral Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Setor Têxtil, Vestuário, couro e Calçado (Conaccovest); 
  • Antonio Carlos Francisco dos Santos, presidente do Sindicato dos Alfaiates e Costureiras de Belo Horizonte;
  • Valter Aguiar, diretor do Sindicato dos Aeroviários de Minas (SAM);
  • Luiz Gonzaga, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Contagem (Sinticomc); 
  • Scipião Júnior, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas indústrias Químicas, Farmacêuticas e de Material Plástico de Juiz de Fora e Região (Stiquifamp/JF); 
  • Robson Paulino, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Itabirito, e Ricardo Pereira da Silva, assessor nacional da Força Sindical para Minas Gerais.

          

Voltar

Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF